Quem Somos

bonecoEm meados de 2010, um grande amigo (Fábio de Sousa que é músico) e que tocávamos juntos na igreja, sabendo que minha profissão era de carpinteiro, trouxe até a mim um projeto de um instrumento musical de percussão muito interessante chamado (cajon) que ele já tinha visto nas lojas em São Paulo, achei muito maneiro e comecei a pesquisar na internet e conhecer um pouco mais como era o som desse instrumento, ao ver alguns vídeos fiquei apaixonado com o timbre tão agradável, então resolvi fazer um primeiro que o dele,só que peguei outro projeto que teoricamente ficaria mais barato, feito de MDF, fiquei meio decepcionado com o que tinha feito , pois não ficou com o som que eu queria.

Então resolvi fazer o que estava no projeto do Fábio que era de compensado e com cordas de violão a MI bordão e deu certo ficou com um som maravilhoso, daí fiz dois iguais para tentar vender para ajudar na compra de um violão, e fui até uma cidade vizinha chamada Itajubá/MG na loja da Convicsom , chegando lá primeiramente comecei a ver os violões assim que tinha escolhido e efetuado a compra, perguntei ao gerente se eu podia mostrar dois cajons a ele e se ele aceitaria ficar com eles consignados, vendo os cajons o gerente ficou super interessado, principalmente pelo timbre, após cinco dias, o gerente me ligou dizendo que se eu poderia levar mais dois pois os que eu tinha deixado foram vendidos e disse mais que eu deveria investir nesse ramo pois ia dar certo. Daí comecei a pesquisar muito mais com minha esposa Raphaela pra ver o que nós poderíamos melhorar nos cajons, pois sabendo que havia muitas marcas visando somente vender e esquecendo da qualidade, disse a ela que nós não poderíamos colocar no mercado da música instrumentos de baixa qualidade.

A partir daí, em 2011 fundamos a Allê Cajon e continuamos a pesquisar durante o ano todo de 2011 até chegar em um nível de qualidade muito bacana para entrarmos nas lojas de instrumentos musicais, e continuamos até hoje e sempre estaremos dispostos a melhorar e inovar com nossos produtos, o grande diferencial nosso, foi que tive que aprender a tocar o cajon para vender, eu chegava nas lojas e eles me perguntavam se eu sabia tocar e dizia que sim e apresentava meu produto tocando, para ganhar mercado, e deu certo.